Day 1. Climbing Coll de Nargó

@cdiniz decide qual a melhor via para começarmos em Coll Pique

Com 3 áreas gigantes próximas a onde estamos hospedados, o critério utilizado para definirmos onde iríamos escalar, em nosso primeiro dia na Catalunha, seria aonde estivessem os 5c FR. Carlos acreditava que eu mandaria 6/6+ mas acho que foi otimismo da parte dele uma vez que terminei a temporada do ano passado naquele grau.

Primeiro dia primeira via. Primeira vez colocando a mão na pedra; calcário amarelado e azulado, com partes cinza-claro. Nas partes azuis, uma poeira cobrindo a pedra, trazendo uma insegurança para escaladores como eu. Esse poeira vai soltar? Essa pedra vá quebrar? Por que esse calcário não é escuro e firme como lá no Cipó? Pelo menos não é ensebado e escorregadio como na Itália na temporada do ano passado.

Buraquinhos machuquentos bom para arrancar um pedaço do dedo

Sentei. Não deu. Em top rope, humilde, mesmo assim não entendi as agarras de pé e muito menos as de mão. A pedra tem uma saliências, como uns pequenos “chifres” que seriam mais bem vindos se fossem refletes. Mas não são. Os pés são micro agarradas que perto das mãos até se saem bem.

Não desanimei, já sei como um primeiro dia em um local novo funciona. Já amadureci. A escalada é ingrata mas é grata. Na terceira via do dia eu já sentia que estava pronta para conquistar toda a Catalunha! Consegui, de top rope, treinar técnicas de oposição e fendas, que adoro. As ultimas aulas com a musa Maira Villas Boas foram fortes em pêndulo, cruzada de pé, cruzada de mão e boulder. Foi ótimo poder aplicar tudo isso.

Apaixonada pela Sanglas. Coloca um diedro na minha frente que eu gamo.

Terminamos o dia na via Sanglass. 22 metros de diedro, agarrões com bons pés – feliz com uma sapatilha 38 para meu pé 39 brasileiro. Esticão final estilo Popopó com igualmente lindo visual do Rio Segre.

Indo embora feliz e animada. Tem muita escalada pela frente. Apenas em Coll de Nargó são 10 setores sendo Coll Piqué, um deles, com 100 vias!!!

Administrando a chuva e o calorão agosto na Espanha promete me trazer o que a tendinite gerada por afobação não me permitiu na temporada passada. Keep calm e climb on!

Um dos El Gegants. Exuberantes e lindos!
Anúncios

Uma resposta para “Day 1. Climbing Coll de Nargó”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s